Fórum Popular de Saúde do Estado de São Paulo

Fórum Popular de Saúde do Estado de São Paulo

Manifestação - Se não tiver DIREITOS não vai ter COPA



A Copa do Mundo é da FIFA e acontecerá no Brasil em 2014, mas não foi uma vitória do desenvolvimento brasileiro, e sim uma derrota para os direitos da população. O levante de junho de 2013 mostrou claramente que brasileiros já perceberam: os gastos bilionários na construção de estádios não melhoram a vida da população, apenas retiram investimentos dos direitos sociais. Isso sem falar no risco de desvios por corrupção.

Mas junho de 2013 foi só o começo! As pessoas, os movimentos e os coletivos indignados que querem transformar a realidade afirmam através das diversas lutas que sem a consolidação dos direitos sociais, (saúde, educação, moradia, transporte e tantos outros), não há possibilidade do povo brasileiro admitir mega-eventos como a Copa do Mundo ou as Olimpíadas. Isso significa que as palavras de ordem no combate a esses governos que só servem às empresas e ao lucro devem ser: “Se não tiver direitos, não vai ter copa!”. Não dizem que vivemos em uma democracia? Quem perguntou ao povo brasileiro se queríamos Copa no Brasil? O poder popular vai agir!

Não se trata simplesmente de afirmar que nosso povo sofrido, que muitas vezes não tem nem mesmo o básico para uma vida digna, pode se posicionar contra os interesses que fazem do Brasil a terra do pão e circo - aliás, mais circo do que pão. Muito mais do que isso, trata-se de explicar o papel do levante popular, mostrar que a única opção do povo brasileiro que vive neste Estado autoritário e opressor é a negociação coletiva através da revolta. Nossa proposta é barrar a copa! Mostrar nacionalmente e internacionalmente que o poder popular não quer a copa! Nosso manifesto é em defesa das pessoas, contra os interesses do lucro e daqueles que querem transformar sistematicamente tudo em mercadoria, daqueles que negociam nossos direitos cotidianamente nos balcões ditos “políticos” e “democráticos”.

Os dirigentes políticos disseram que era impossível atender a pauta das manifestações pela revogação do aumento, entretanto o poder popular nas ruas nos mostrou que realidades impossíveis podem ser transformadas, reivindicadas e conquistadas pelo povo. E mesmo assim dirão: “mas isso é impossível!” Então nós diremos: “o impossível acontece!”.

“Poder para o povo
poder para o povo
e o poder do povo
vai fazer um mundo novo”

Fórum Popular de Saúde do Estado de São Paulo
Movimento Passe Livre
Coletivo Autônomo dos Trabalhadores Sociais
Periferia Ativa "Comunidade em Luta"
Comitê Contra o Genocídio da População Preta, Pobre e Periférica

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.